ACHEI QUE SABIA JOGAR: COMO EXPLICAR UM JOGO PARA O USUÁRIO FINAL

COMO EXPLICAR UM JOGO PARA O USUÁRIO FINAL

 9, outubro, 2019
  Talvez o maior problema do desenvolvedor solo seja a hora de testar o jogo, por estar familiarizado dês do inicio com a mecânica, erros, e também por já ter a ideia do que fazer, testar o próprio jogo se torna um habito vicioso e masoquista, dificultando o desenvolvedor na hora de localizar e corrigir erros. Cometendo essa pratica, a coisa que mais demorou fazer sentido para mim foi, explicar o jogo para o usuário final, o publico do jogo.


 De todos os jogos que jogamos, grande parte consegue explicar como funciona a jogatina, seja por uma tela de tutorial, um manual, ou até mesmo durante o game play, como podemos ver no gif abaixo.


jogo celeste, gameplay de rodrigo baltar

 As vezes pode acontecer do jogo já te coloca em uma luta muito frenética, e deixar você descobrir sozinho o modo de jogo, como podemos ver no gif abaixo.



 Seguindo a linha do segundo gif, caso o usuário final não tiver uma tendência a gostar do estilo do jogo, ele deixará o jogo de lado no primeiro sinal de dificuldade, e não é isso que nós queremos, porem, pelo outro lado da moeda, seguindo a linha do primeiro gif, precisaremos ser bem dinâmicos na hora de mostrar como funcionam as mecânicas do nosso jogo; e como mesclar ambas as coisas?

 O ponto mágico que queremos chegar é, não deixar o usuário final entediado, mostrar como a mecânica funciona mas não só isso, também queremos mostrar possíveis momentos em que essa tal mecânica possa ser usada, e no primeiro gif temos uma boa amostra de tal perspectiva; o personagem corre, a plataforma começa a desmoronar e em um certo ponto o pulo comum já não será eficiente para chegar na próxima plataforma, neste momento nos é mostrado a nova mecânica.

 Porem nem todos os jogos exibem só um tipo de mecânica, exemplo: pulo duplo, ou algum dash, sendo um jogo com bastante sistema, o desenvolvedor precisa manter-se atento para usar as mecânicas ensinadas nas próximas fases, fazendo puzzles que necessitam de tal mecânica para ser resolvido. Por último e não menos importante, é, ao mostrar o aprendizado da mecânica, seja ela por árvore de talento, liberação por meio de itens ou até mesmo ao passar de fase, precisará ser um aprendizado linear, que faça sentido com a história e também não pareça um evento comum para o usuário final esquecer rápido. 

 Busque sempre diferentes pessoas para jogar, testar e mostrar as dificuldades e erros que tem no seu jogo, fazendo com que o desenvolvimento fique mais fluido.

Adblock Detectado

DESABILITE O ADBLOCK, OS ANÚNCIOS NÃO SÃO INVASIVOS

PERMITA QUE O SITE TENHA COMO SE MANTER COM ELES!

MUITO OBRIGADO PELA ATENÇÃO!

Ⓒ 2019 - ACHEI QUE SABIA JOGAR, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS